Índice do Artigo
GESTANTE
MEDICAÇÃO DE USO COMUM
CORDÃO UMBILICAL
PARTO
TOQUE DE BORBOLETA
AMAMENTAÇÃO
ACONSELHAMENTO MÉDICO
SALÁRIO MATERNIDADE
ANEMIA
DIABETES
ATIVIDADE FISICA NA GESTAÇÃO
RECEITAS CASEIRAS
PRIMEIRO BANHO
COMPRAS NO EXTERIOR
Todas as Páginas

PRÁTICA DE ATIVIDADE FISICA NA GRAVIDEZ

 

Muitas pessoas acreditam que a gestante não deve praticar exercícios físicos durante sua gestação. Além de um grande engano, é exatamente o contrário: se não houver contra-indicações médicas (como alguma doença materna ou risco para o bebê) ela deve ser estimulada durante todo o período devido às suas inúmeras vantagens. São elas: melhora do bem-estar e da auto-estima, controle do peso, aumento do tônus dos músculos (o que auxilia na hora do parto normal, da recuperação após qualquer tipo de parto, e na redução de dores e desconfortos), fortalecimento das articulações (com menor risco de dores e complicações), melhora da elasticidade corpórea e da capacidade respiratória, diminui risco de diversas complicações da gravidez e da ansiedade, entre outras.

De todos os exercícios, a caminhada é considerada de grande importância porque melhora capacidade pulmonar e circulatória, reduzindo desconfortos como falta de fôlego e dor nas pernas, e fortalece a musculatura. A hidroginástica também é um excelente exercício porque alem de fortalecer a musculatura não oferece impacto às articulações e auxilia na prevenção e na redução do edema (inchaço). Além disso, temos a ioga, que mexe com o corpo e as emoções, melhorando postura e equilíbrio, além de auxiliar em diversos outros sistemas do corpo; e a ginástica localizada. Também estão permitidos pilates, alongamento, tai chi chuan, bicicleta ergométrica, musculação e corrida (para quem já praticava antes de engravidar e reiniciada após 1º trimestre). Porem são contra-indicadas: atividades de grande impacto, mergulho com cilindro, ski, surf, skate, lutas marciais, patins e equitaçao devido ao risco de queda ou alto impacto.

Procure se exercitar pelo menos 3 vezes por semana por no mínimo 30 minutos. Se possível, intercale atividades aeróbicas com de equilibrio (como caminhadas e ioga, por exemplo), com boa hidratação e alimentação balanceada. Não deixe de se alimentar de 30 a 60 minutos antes do exercício de acordo com as orientações de sua nutricionista, e use roupas leves e tênis adequado. Caso apresente sangramento vaginal, dor, tontura, palpitações ou falta de ar, ou se o seu beb6e parar de se movimentar por longos períodos, procure seu médico.

Não esqueça que antes de iniciar qualquer exercício você deverá ter liberação de seu medico, e ter acompanhamento de profissional com treinamento para atendimento a gestante. Faça bom aquecimento muscular e alongamento, relaxe e aproveite esse tempo que é pra sua saúde e de seu bebê. Mantenha seu acompanhamento pré-natal, e tenha uma boa gravidez!

CLIQUE AQUI E VEJA ALGUNS EXERCÍCIOS!